Domingo, 4 de Abril de 2010
Do Povo Para o Povo
 
A verdadeira liberdade de expressão!


publicado por C A às 03:41
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 26 de Março de 2010
Eleições PSD!

Hoje anda à roda! Anda à nora também, muito boa gente Social Democrata… Pedro Passos Coelho será eleito presidente do PPD-PSD e muita água será precisa para acalmar umas certas azias! Por outro lado, temos uns contentíssimos apoiantes de PPC que já preparam a factura a enviar ao eleito apoiado! Umas serão a cobrar desde já e outras, as de maior monta, a cobrar na montagem do desejado, para breve, governo do PSD. Só espero que o líder saiba conter este avanço da mediocridade fazendo ver que favores de “amigo” não se pagam… a bem da nação, uma nova noção de política! Agora… vou votar!



publicado por pedroalma às 17:41
link do post | comentar | favorito

O Inquérito e o regime!

No caso PT/Sócrates/TVI, contrariamente ao eminente Vasco Pulido Valente não penso que o regime esteja em causa pela, mais que óbvia, mentira do Primeiro-ministro ao parlamento! Sócrates sabia! Sócrates mentiu! Mas o regime, a democracia não são o José Sócrates… a democracia, o regime só estarão, mais uma vez, em causa se a Comissão de Inquérito não produzir conclusões e se as conclusões não produzirem consequências!



publicado por pedroalma às 17:37
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 23 de Março de 2010
Luiz Pacheco (Os Amigos)


publicado por C A às 04:19
link do post | comentar | favorito

Sábado, 20 de Março de 2010
Comunidade

"Somos cinco numa cama. Para a cabeceira, eu, a rapariga, o bebé de dias; para os pés, o miúdo e a miúda mais pequena. Toco com o pé numa rosca de carne meiga e macia: é a pernita da Lina, que dorme à minha frente. Apago a luz, cansado de ler parvoíces que só em português é possível ler, e viro-me para o lado esquerdo: é um hálito levemente soprado, pedindo beijos no escuro que me embala até adormecer. Voltamo-nos, remexemos, tomados pelo medo de estarmos vivos, pela alegria dos sonhos, quem sabe!, e encontramos, chocamos carne, carne que não é nossa, que é um exagero, um a-mais do nosso corpo mas aqui, tão perto e tão quente, é como se fosse nossa carne também: agarrada (palpitante, latejando) pelos nossos dedos; calada (dormindo, confiante) encostada ao nosso suor. "

 

 

in"Comunidade", Luiz Pacheco



publicado por C A às 13:03
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 19 de Março de 2010
Manifesto contra a Corja!

 

Corja … sim, Corja, porque agora não me ocorre outra palavra!

Inspirado pela acção de José Régio contra a literatura livresca e a favor da literatura viva, no ido de 1927, tomo a liberdade, face à actual realidade, de me apropriar de uma sua frase para, em diferente contexto, discorrer sobre os nossos políticos… grande parte deles: A Corja!

 

Aos políticos «Acuso-os de hostilidade contra a ousadia!» (José Régio) A simples ousadia de fazer o que é certo, correcto e simples para o interesse das gentes deste nosso país.

 

Aos políticos acuso-os de hostilidade contra a honestidade! A simples honestidade que abarca a coerência e redunda na dignidade de todo e qualquer homem!

 

Aos políticos acuso-os de hostilidade contra a justiça! A simples justiça que firme e imparcial balança entre o castigo e a razão sempre obediente ao rigor do direito!

 

Aos políticos acuso-os de hostilidade contra a educação! A simples educação nutrida por uma escola de civilidade, de forma e conteúdo, feita para todos e para a disciplina de criar caminhos.

 

Aos políticos acuso-os de hostilidade contra a cultura! A simples cultura, consciência do nosso saber, arte e pensamento; fecunda forma de polir a nossa rude fragilidade; beneficio máximo consagrado por nós à Pátria.

 

Aos políticos acuso-os de hostilidade contra a economia! A simples economia que aprovisiona para tempos de escassez… pelo governo, para nosso governo! Que faz do lucro um objectivo, da harmonia regra e da justiça social lei!

 

Aos políticos acuso-os de hostilidade contra o humor! Ao simples humor que reflecte inteligência e provoca… prazer!

 

Aos políticos acuso-os, finalmente, de hostilidade contra a política!

 

Quem não vê em Portugal a estreiteza de personalidade dos nossos mais mediáticos políticos? Apetece gritar – “QUEM NÃO VÊ…” E a verdade é que parece que ninguém. Pois bem. Eu insisto…



publicado por pedroalma às 20:50
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Quinta-feira, 18 de Março de 2010
Yves Klein

 

 



publicado por C A às 00:37
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 16 de Março de 2010
"O Analfabeto Político" Brecht

 

 



publicado por C A às 22:54
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 12 de Março de 2010
Eugénio de Andrade

 

 

 

 

Com os agradecimentos ao serviço público espanhol...

 

 

C A

 



publicado por C A às 22:01
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 10 de Março de 2010
O Bruce Banner da Moita!

“Um adolescente, com apenas 12 anos de idade, agrediu um professor na passada segunda-feira, na sala de aula e frente aos colegas. Atirou-lhe com uma mochila e agrediu-o com uma cadeira. Tudo aconteceu Escola D. Pedro II, na Moita com uma turma do 6º ano. O docente sentiu-se mal e foi levado para o hospital, do qual saiu de muletas. A história é avançada esta quarta-feira pelo jornal «Diário de Notícias» (DN).”

 

Estes professores não aprendem… karate, kung fu ou pelo menos a tradicional arte nacional da lambada, do manuseio da vergasta ou a técnica do uso do pau de marmeleiro! Temos uma docência fraca, precisam de ganhar músculo!

 

“De acordo com a mesma notícia o estabelecimento de ensino abriu um inquérito ao sucedido e um processo disciplinar ao aluno, que no dia seguinte aos factos apresentou-se na escola.”

 

Cá está como se devem fazer as coisas: a escola abriu um inquérito e um processo disciplinar ao aluno; mais (também na notícia), a directora de turma vai averiguar e será instaurado um processo. Tudo bem explicadinho, com os antecedentes familiares até aos bisavós, com os “ses”, os “prontos” e os “portantos” da praxe, e impressos em triplicado para que não fiquem dúvidas e para que o sector do papel continue próspero! Tanta averiguação e processo só pode conduzir à justiça e, em abono da mesma, o aluno não deixou de se apresentar na escola e de dar a cara… o professor deu as pernas e deve ter metido baixa… eu sabia!… malandro!

 

“Segundo os colegas contaram ao DN, o rapaz «é bom aluno» e nunca tinha mostrado sinais de violência. O professor, da disciplina de Português, entregou os testes e o adolescente terá discordado da avaliação que lhe foi feita. Contestou junto do docente e, sem ficar convencido com as explicações passou à agressão. “

 

Esta noção de «bom aluno» é engraçada; já não é preciso que o discente saiba estar, ouvir e respeitar os colegas, o professor e a escola… pelos vistos só é preciso, para ser «bom aluno», que se acerte umas cruzes nuns quadrados e que se apanhe a onda de aproveitamento forçado pelos regulamentos educacionais instituídos! O teste americano é como o vinho americano: docinho mas provoca atraso mental!


“Espantados com a situação, nenhum colega reagiu. «Ficaram colados à cadeira», recorda um dos jovens. Uma rapariga acrescenta também que: «Se fôssemos fazer alguma coisa, se calhar, ainda era pior. Ele estava transformado». “

 

O ensino é mau, a educação dada pelos paizinhos é péssima mas anos a colar chicletes nas cadeiras compensou: «Ficaram colados à cadeira» … pelos vistos a turma estava toda sentada na mesma cadeira.

De acordo com a colega o moço estava “transformado”, logo não estava em si, logo não tem culpa… se estivesse simplesmente “transtornado” não teria desculpa e seria, sem dúvida, exemplarmente punido! Temos advogada: “Senhores jurados, o meu coleguinha sofre do síndrome de Hulk; ele é o Bruce Banner da Moita e é vítima de uma escola preconceituosa e racista que, sistematicamente, atenta contra os direitos dos homens verdes!.”.Aconselho vivamente a instalação de máquinas de refrigerantes e de pipocas nas salas de aula de todo o país; ainda dizem que o cinema português não é apoiado… isso é não querer dar valor ao esforço do sistema educacional em produzir gerações de acéfalos espectadores.

«Se fôssemos fazer alguma coisa, se calhar, ainda era pior.»… Ninguém ensina estas crianças que, em certos casos – como o referido -, pior que fazer uma coisa mal feita é não fazer coisa nenhuma?

 

“O director da escola, Fernando Fonseca terá admitido o facto ao DN e confirmado que foi aberto um inquérito. «A directora de turma vai fazer um auto de averiguação, ouvindo as partes, e mandaremos instaurar um processo. Vamos cumprir integralmente o Estatuto do Aluno».”

 

O Gil Vicente não percebia nada de mecânica e também fazia autos… está certo!

Podeis, com propriedade, dizer que não devo brincar com estas coisas, porque são coisas sérias; mas pensai, quem brinca com estas coisas não é quem tem a responsabilidade de educar e legislar? As famílias, as escolas e o estado/governo é que andam a brincar… desde longa data!

 

Nota: No mundo dos super heróis uns transformam-se e outros mascaram-se! O Bruce Banner é um pacato cientista sem poderes e sem sal que quando lhe dá os cinco minutos se transforma no Hulk: ser irracional, verde e com força descomunal! Outros há que simplesmente colocam umas cuecas vermelhas, uma capa prá chuva e ala que se faz tarde a combater o crime e as injustiças! No carnaval educacional ninguém se transforma e toda a gente se mascara… menos o Bruce Banner da Moita!



publicado por pedroalma às 22:00
link do post | comentar | favorito

navegantes
pesquisar
 
Abril 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


diário de bordo

Do Povo Para o Povo

Eleições PSD!

O Inquérito e o regime!

Luiz Pacheco (Os Amigos)

Comunidade

Manifesto contra a Corja!

Yves Klein

"O Analfabeto Político" B...

Eugénio de Andrade

O Bruce Banner da Moita!

arquivos

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds